Nossa Senhora Aparecida

Santas Missões Populares

A Comunidade Nossa Senhora Aparecida, por ocasião das Santas Missões Populares, pesquisou sua história: fatos relevantes e nomes de pessoas que se destacaram por suas ações em benefício de todos.
Todo o trabalho aqui apresentado foi fruto de dedicação e pesquisa de nossos missionários.

Agradecemos e que Deus continue iluminando seus caminhos para que possam continuar produzindo frutos para o Reino de Deus.

A Nossa História

 

Não há imagens nesta galeria.

O Sr. Severino Gonçalo da Silva, residente no bairro desde sua fundação, relata que a Comunidade Nossa Senhora Aparecida foi fundada em 1995, no Bairro Cidade Nova, pelo então Pároco Pe. Eduardo Tocachello.

Em lote do bairro, havia uma pequena Capela, que comumente enfeitavam com flores e onde deixavam imagens. Severino e Valdeci Teixeira recolhiam as imagens quebradas e as enterravam. Assim a capela passou a ser mais zelada.
Uma senhora, devota e desconhecida, trouxe do Santuário de Aparecida do Norte, uma imagem da Padroeira e ofertou a Comunidade, como cumprimento de promessa. Imagem que permanece na Igreja até os dias de hoje.
A partir deste momento, os moradores da redondeza começaram a se reunir por meio de festas e confraternizações, ocasiões em que compartilhavam experiências e ideias. Nesse ambiente deu-se início a evangelização.

nsa0
Imagem de Nossa Senhora Aparecida

Os primeiros evangelizadores foram: Diácono Júlio Cesar Eymael, o Ministro da Eucaristia Valdeci José Membrine e a Sra. Iraci, que mais tarde tornou-se Ministra da Eucaristia.
A primeira celebração da Palavra foi presidida pelo Diácono Júlio Cesar Eymael.

nsa6
A Primeira Celebração da Palavra na Comunidade

As primeiras celebrações da comunidade se realizaram na escola EMEI Anthenor Frued, pelo Pároco da época, Pe. Eduardo Tocachelo.

nsa12
Celebração EMEI Anthenor Frued.
nsa15
Celebração EMEI Anthenor Frued.

A Posse do Terreno

Partindo da Igreja Santa Isabel, o Diácono Júlio Cesar Eymael, o Sr. Valdecir Teixeira e sua esposa Tereza de Jesus, trouxeram em procissão um Cruzeiro que foi colocado entre dois lotes, para assegurar a posse deles. Em seguida foram realizados eventos de confraternização na antiga “Casa Modelo”, atual sede da Polícia Militar, com o objetivo de arrecadar fundos para a compra dos lotes.

nsa3
O Cruzeiro para assegura a posse de nosso terreno.

As Primeiras Celebrações

As primeiras celebrações foram realizadas a céu aberto. Com isso criou-se um espírito de união. E, com muito esforço, muitas vezes pessoais, iniciou-se a construção da Igreja.

nsa1
As Primeiras Celebrações.
nsa5
As Primeiras Celebrações , presidida pelo Padre Eduardo Tocachello.

Nossa Igreja Esta Quase Terminada

Quando a Igreja foi concluída, o então pároco Padre Noel presidiu a Missa com a participação de toda a Comunidade.

nsa16
Imagem atual de nossa Igreja.

Eventos

Procissão e festa do Padroeiro, dia 12 de Outubro

nsa9
Procissão do dia do Padroeiro.

 No mês de maio, era realizada a coroação de Nossa Senhora.
No mês de outubro, juntamente com a Associação do Bairro e outros moradores, realizávamos a Festa do Dia das Crianças.
Na Semana Santa, realizamos nas ruas do bairro a via Sagra.

Pessoas que fizeram a diferença

Nossa Igreja Nossa Senhora Aparecida agradece e reza pelos seus primeiros benfeitores:
– Diác. Júlio Cesar Eymae, falecido em 09 de fevereiro de 2001
– Sr. Severino Gonçalo da Silva.
– Sr. Valdecir Teixeira de Jesus, falecido em 9 de julho de 2014.
– Sra. Tereza Gonzer de Jesus, esposa do Sr. Valdecir Teixeira de Jesus
– Diác. Valdeci Florentino dos Santos.

 

História de Nosso Bairro

Início de Nosso Bairro

O Bairro Cidade Nova foi fundado em meados dos anos 70, do século XX, para acomodar os moradores que trabalhavam ou prestavam serviços ao leprosário Pirapitingui – Complexo Hospitalar “Doutor Francisco Ribeiro Arantes”.

Escola EMEI Anthenor Fruet

Na época, a região possuía apenas a escola EMEI Anthenor Fruet, que foi inaugurada em 28 de janeiro de 1995, e servia aos bairros Cidade Nova e Novo Mundo.
Nessa Escola, era oferecido tratamento odontológico gratuito, trabalho este realizado pelo Dr. Américo Rodrigues Junior, no qual era muito querido pelos moradores da região. O Dr. Américo atendeu nesse consultório no período de 1997 a 1999.

Breve relato da vida do Prof. Anthenor Fruet

O Sr. Anthenor Fruet nasceu na cidade de Itu, em 05 de março de 1930, filho de Mario Fruet e Victoria Fruet Rochini Fruet. Casou-se com a Sra. Isabel Simão Fruet e desta união nasceram três filhos que lhes deram duas netas.
Inicio sua carreira do magistério na cidade de Salto e posteriormente, na cidade de Itu. Lecionou entre outros: Escola de Madureza Prof. José Maciel, Seminário do Carmo, Regimento Teodoro e Instituto Borges de Artes e Ofício (IBAO). Desempenhou brilhantemente por 23 anos seu trabalho como diretor do Colégio Junqueira, período também em que participou de trabalhos para a manutenção do Lar e Creche Mãezinha.
Exerceu o cargo de Secretário Municipal de Educação em Itu período de 02 de janeiro de 1993 até 02 de dezembro de 1994, quando veio a falecer no dia 03 de setembro de 1994.
Mais tarde veio a ser homenageado pela Deputada Estadual Maria do Carmo Piunti, através da criação do Projeto de Lei No. 753/95 que passa a denominar a Escola Estadual de 1o. Grau Conjunto Habitacional Cidade Nova I em Escola Estadual Professor Anthenor Fruet.